Os Doutores Mauro Banzato E Bruno Camargos do Instituto Face de Harmonização Orofacial, destacam – se no mercado da odontologia estética, se tornando referências em harmonização facial na cidade de São Paulo e interior do estado

A HOF (harmonização orofacial) tem como objetivo buscar o equilíbrio estético e funcional da face, dentre os procedimentos mais utilizados temos a aplicação de toxina botulínica, o famoso botox – que se trata de um produto para ser utlizado nas rugas mais rasas – deixando a pele mais lisa e tonificada.

E também o ácido hialurônico, para o preenchimento de estruturas da face que perderam a sustentação, como por exemplo o bigode chinês e as rugas de marionete entre outras, pode ser também utlizado para volumizar as regiões dos lábios, olheiras, contorno mandíbular e maçã do rosto.

Entre os procedimentos mais procurados está a rinomodelação – que é um procedimento não cirúrgico para empinar e deixar o nariz simétrico e reto.

Entre os procedimentos menos invasivos temos a lipo enzimática que diminuiu a gordurinha da região da papada, peeling e o microagulhamento também são indicados em tal especialidade.

Entre os procedimentos cirúrgicos existe a  Bichectomia que é a retirada da gordura da bochecha causando um efeito blush no rosto dos pacientes.

Instituto face de harmonização FacialO Instituto face de harmonização orofacial, coordenado pelos amigos Dr. Mauro Banzato e Dr. Bruno Camargos, destaca-se no mercado da odontologia estética, sendo referência em cursos de harmonização facial na cidade de São Paulo, Jundiaí e em diversos outros estados do Brasil.

Os Amigos e a união em prol da harmonização facialOs Doutores Mauro Banzato e Bruno Camargos decidiram unir a experiência e a modernidade para oferecer a seus clientes e alunos o que há de melhor no mercado da odontologia estética mundial.

O Instituto face ministra uma série de cursos  em harmonização, em diversos estados do Brasil, entre eles: Minas gerais, Mato grosso, Mato Grosso do sul, São Paulo e Rio de janeiro.

“Cada pessoa é única, assim como sua estrutura facial. É preciso levar em consideração as características do paciente, fotografar o rosto e analisá-lo para indicar os melhores procedimentos, a partir de uma visão mais aprofundada da face buscando funcionalidade e estética de forma integrada”, explica os especialistas.